Como o recurso de faturamento local da Deel vai ajudar as empresas brasileiras

Como o recurso de faturamento local da Deel vai ajudar as empresas brasileiras

Desde o nascimento da Deel, em 2018, a startup se propõe a simplificar a contratação de profissionais remotos em países estrangeiros. É com este propósito que a companhia mobiliza mais de 200 advogados ao redor do mundo para resolver os trâmites burocráticos deste tipo de operação e intermediar os pagamentos de uma folha internacional. Neste cenário, o Brasil é o primeiro país do mundo a contar com o recurso de faturamento local.

Equipe Deel
Written by Equipe Deel
Junho 21, 2022

Agora, quem usa a Deel vai poder emitir notas fiscais de serviço a partir da entidade jurídica brasileira da companhia. Ou seja, ao invés de emitir uma nota invoice em formato proforma - necessária para faturar serviços prestados ou contratados no exterior -, a companhia vai utilizar o CNPJ no Brasil para emitir notas fiscais direcionadas aos clientes brasileiros. Estas notas, aliás, poderão ser pagas com o Real. 

Na prática, as empresas brasileiras não precisarão mais gastar com os impostos e taxas de importação de serviço. Isso pode significar uma economia de até 50% em contratações internacionais. É possível, por exemplo, que uma empresa brasileira contrate não apenas pessoas físicas, mas, também, agências de marketing, laboratórios de programação, consultorias e outras soluções estrangeiras, de acordo com os objetivos da organização. 

Com a adoção do Real como moeda principal para estas operações, as empresas brasileiras vão contar com mais facilidades para a realização dos pagamentos, eliminando burocracias e os cálculos com a variação cambial, facilitando o controle financeiro. A solução faz parte da estratégia da companhia de criar um mercado de trabalho mais integrado, em que as empresas possam ter acesso aos melhores profissionais disponíveis no mundo. 

Além de eliminar os custos do pagamento de serviços ao exterior e a necessidade de abrir uma entidade jurídica no exterior, a inovação deve aumentar a competitividade, permitir a maior terceirização de serviços e diminuir as burocracias associadas a este tipo de contratação. O Brasil foi o país escolhido para dar início ao projeto como parte do planejamento da startup unicórnio expandir sua carteira de clientes para além das fronteiras da América Latina.

“As empresas brasileiras são responsáveis por promover algumas das revoluções mais importantes em diversos setores do mercado, mas ainda sofrem com a falta de mão de obra qualificada. Nós queremos ajudar a resolver este problema”, argumenta Cristiano Soares, Country Manager da Deel no Brasil. “Com a possibilidade do faturamento local, contratar talentos de outros países será mais fácil, rápido e barato”, finaliza.


 

A Deel facilita o crescimento de equipes remotas e internacionais. Pronto para começar?

+

Países

+

Clientes

+

Especialistas Jurídicos

+

Monedas