remotework

Para ser nômade digital eu preciso criar conteúdo?

Um dos maiores combustíveis da espécie humana é o desejo. Não à toa, parte substancial das profissões que existem hoje - dos representantes de vendas aos especialistas em marketing -, têm como característica principal a importância de criar esse sentimento nas pessoas. Foi neste aquecido mercado da vontade que surgiram nômades digitais que compartilham suas rotinas e geram tanta comoção nas redes sociais.

Equipe Deel
Written by Equipe Deel
Junho 7, 2022

Falar de si mesmo para os outros é uma demanda básica da vida em sociedade. Falamos de vivências pessoais, de medos, angústias e conquistas. Porém, entre tantos assuntos, também conversamos muito sobre trabalho. Seja em uma entrevista de emprego ou na mesa do bar, é comum passar horas explicando a rotina no escritório, os resultados que nos orgulham e até perguntar se tem uma vaga aberta na empresa do seu colega. 

Por isso, não é estranho ver o impacto do LinkedIn nas relações sociais e no mercado de trabalho atual. Já vi até gente conferindo lá o perfil das pessoas que conheceram em aplicativos de relacionamento. As redes sociais impulsionaram a conexão entre profissionais, facilitaram a vida dos profissionais de recursos humanos e influenciaram o surgimento de uma geração de produtores de conteúdo especializados em suas profissões. 

Se no começo as redes sociais pareciam um deserto de ideias, nos dias de hoje elas são uma das maiores fontes de inspiração que nós temos. Eu mesmo conheci várias pessoas que passaram a considerar a vida de nômade digital depois de começarem a acompanhar a rotina de influenciadores que largaram tudo para trás em busca do sonho de transformar seu escritório no mundo inteiro. 

Há, no entanto, um obstáculo que parece surgir quase inconscientemente neste momento. Essas pessoas se questionam se, ao entrar neste estilo de vida nômade, elas vão precisar começar a produzir conteúdo também. Mas, bem distante das fotos bem tiradas, legendas melosas e uma vida que cria desejo nos seguidores, a realidade é que para ser um nômade digital, você não precisa compartilhar suas vivências com quase ninguém. 

“Quase” porque nos tempos que vivemos é importante que as pessoas saibam o que você está fazendo, os trabalhos que desenvolve e tenham acesso ao seu currículo. Ferramentas como o LinkedIn e a Deel são essenciais para isso. A Deel, por exemplo, ajuda empresas a contratarem profissionais que atuam em todos os cantos do globo. Nós abrimos as janelas do mundo para que os melhores talentos possam voar. 

No mais, uma das maiores vantagens da vida de nômade digital é o poder de escolha. É você quem decide o que fazer, como fazer e de qual lugar quer fazer. Os resultados que você entrega são mais importantes do que os conteúdos que compartilha. No fim das contas, se você for um ótimo profissional, a melhor forma de criar desejo nas empresas será o seu trabalho.

A Deel facilita o crescimento de equipes remotas e internacionais. Pronto para começar?

+

Países

+

Clientes

+

Especialistas Jurídicos

+

Monedas